Falhar durante uma relação sexual, sem dúvidas, não é nada fácil para os homens, mas a verdade é que é lago comum e que pode acontecer com qualquer um.

No entanto, quando o grande problema está quando isso vem se tornando algo recorrente, caracterizando a temida impotência sexual, também denominada de disfunção erétil.

O que acontece é que a maioria dos homens ainda tem uma grande limitação em tratar do tema, o que dificulta um diagnóstico e impossibilita um tratamento adequado do quadro.

Hoje muitos homens não saber que existem vários suplementos naturais para combater a impotência, como é o caso do vialis plus que é um estimulante 100% natural para combater a impotência.

Porém, o que a maioria desses homens sequer imagina e que a impotência sexual pode ser um importante sinal de problemas mais graves de saúde, especialmente relacionados com o sistema cardiovascular.

Então, para saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra os detalhes.

Impotência e sua relação com outras doenças

Segundo especialistas, a impotência sexual é um problema que pode ser duas macro causas: psicogênicas e orgânicas.

No caso das causas orgânicas, o problema pode ter uma relação direta com disfunções de ordem neurológica, vascular ou endócrina.

É um grande engano pensar que a impotência sexual e um problema pontual, visto que ela normalmente ocorre em consequência de outros problemas, tal como aterosclerose, por exemplo.

Essa é uma doença que vai tornando os vasos mais endurecidos, afeitando o fluxo sanguíneo em geral, o que é péssimo para a ereção. Mais do que isso, outros problemas como obesidade, hipertensão, tabagismo e sedentarismo também podem ter uma forte influência negativa sobre o desempenho sexual masculino.

Sendo assim, o tratamento da impotência sexual deve ser feito por uma equipe multidisciplinar a fim de corrigir diversos aspectos que podem estar ocasionando essa disfunção.

No caso das causas orgânicas, o motivo da falha na ereção pode ser decorrente de um problema físico, tal como problemas endócrinos, vasculares ou neurológicos.

Como agravante para isso, temos a obesidade, o sedentarismo, o tabagismo e o problema da hipertensão.

Isso ocorre especialmente depois dos 40 anos idade, lembrando que o problema apresenta um índice de ocorrência de até 50% nessa faixa etária.

Já nos jovens o problema da impotência, normalmente, é ocasionado por problemas psicológicos, tais como insegurança, medo de falhar e etc.

A depressão, estresse e angústia também podem ter uma influencia muito negativa sobre o desempenho sexual masculino.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre como a impotência pode ser um sinal de problemas de saúde mais graves. Para saber mais, veja o vídeo abaixo: